Fifa se solidariza com Rússia por atentado em Moscou

GENEBRA - O presidente da Fifa, Joseph Blatter, expressou suas condolências ao presidente russo, Dmitri Medvedev, pelo atentado cometido nesta segunda-feira no aeroporto de Domodedovo, em Moscou, informou a entidade de futebol.

Efe

24 de janeiro de 2011 | 18h30

Em carta, o presidente da Fifa expressou apoio da organização e da família futebolística mundial, especialmente dirigido aos "familiares das vítimas". Blatter retornou na semana passada de uma viagem de três dias à cidade russa de São Petersburgo.

O atentado terrorista com bomba foi cometido nesta segunda-feira no aeroporto de Domodedovo, o maior da Rússia. Pelo menos 35 pessoas morreram e cerca de 150 ficaram feridas no terminal de chegada de voos internacionais.

Tudo o que sabemos sobre:
FifaJoseph BlatterRússiaatentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.