Fifa suspende 23 jogadores do Líbano por manipulação

A Fifa anunciou nesta quarta-feira a suspensão de 23 jogadores e de um dirigente de futebol do Líbano por envolvimento em esquema de manipulação de resultados. Eles já tinham sido condenados pela Federação Libanesa, mas agora, com a confirmação da entidade, a pena passa a valer mundialmente.

AE-AP, Agência Estado

24 de abril de 2013 | 09h22

Entre os 23 jogadores, 20 receberam um ano de suspensão, um deles pegou dois anos e outro está afastado por três anos. Apenas um dos atletas acusados foi banido do esporte. Já o dirigente envolvido no escândalo foi proibido de trabalhar com futebol e de entrar em estádios por toda a vida.

A Fifa não revelou o nome de nenhum dos punidos no escândalo de manipulação que envolveu jogos da seleção do Líbano e de clubes locais, mas a Federação Libanesa de Futebol tinha admitido em fevereiro que o jogador Ramez Dayoub foi quem recebeu a pena máxima, tendo sido banido do esporte.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFifaLíbano

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.