Fifa suspende Nova Zelândia x Fiji por interferência política

Neozelandeses não querem permitir a entrada do goleiro fijiano por ele ser parente de militares de seu país

12 de outubro de 2007 | 09h59

A Fifa anunciou nesta sexta-feira que o jogo do próximo sábado entre Nova Zelândia e Ilhas Fiji, pelas Eliminatórias da Copa 2010, está suspenso para averiguação do caso de que o goleiro Simone Tamanisau teria sido impedido de jogar por ter um familiar nas forças armadas de Fiji.Veja também:Todas as notícias sobre as EliminatóriasO problema é os neozelandeses não permitem a entrada em seu país de militares fijianos e seus familiares desde que um golpe militar, em dezembro de 2006, derrubou o governo constitucional de Fiji. "A Fifa deseja confirmar o caso e digo que a interferência política seria um mal precedente", disse o secretário geral da Confedereção de Futebol da Oceania, Tai Nicholas.A Fifa, através de seu estatuto, diz não permitir a interferência política em seus eventos. Com a confirmação da interferência política, a Nova Zelândia corre o risco de ser declarada perdedora do jogo e até de ser suspensa das Eliminatórias.

Tudo o que sabemos sobre:
EliminatóriasCopa 2010

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.