Fifa testará 2 árbitros extras em campo no Mundial de Clubes

Medida, que tem o apoio do presidente da Uefa, Michel Platini, busca a redução dos erros de arbitragem

Mark Ledsom, da Reuters,

09 de outubro de 2007 | 15h48

A Fifa vai fazer a experiência de adotar mais dois árbitros em cada partida durante o Mundial de Clubes, a ser disputado no Japão em dezembro. A medida, fortemente apoiada pelo presidente da Uefa, Michel Platini, foi confirmada na primeira reunião do novo Comitê Estratégico da Fifa, presidida por Platini em Zurique na terça-feira. Um representante da Fifa disse que o papel específico dos dois novos árbitros, incluindo seu posicionamento, será determinado mais perto da competição. A Fifa já tinha anunciado que ia usar o torneio para dar prosseguimento aos testes com a tecnologia de detectores da linha de gol, desenvolvida pela Adidas, que usa um chip na bola para mostrar se a bola entrou ou não no gol. O International Football Association Board (Ifab), que determina as leis do futebol, deu seu apoio provisório ao uso da tecnologia numa reunião em março. O Ifab insistiu que a tecnologia seja instantânea e tenha 100% de precisão, e que suas decisões só sejam transmitidas para os árbitros. O Mundial de Clubes será disputado por Milan, Boca Juniors, Pachuca e Waitakere United, entre outros.

Tudo o que sabemos sobre:
FifaarbitragemMundial de Clubes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.