Fifa vai investigar a expulsão de Zidane na final da Copa

A Fifa informou nesta terça-feira que vai abrir um processo investigativo para averiguar a expulsão do francês Zinedine Zidane na final da Copa do Mundo. O jogador recebeu o cartão vermelho depois de dar uma cabeçada no italiano Marco Materazzi, aos 4 minutos do segundo tempo da prorrogação. "Membros da Fifa começarão uma investigação disciplinar sobre a conduta de Zidane. Desejamos esclarecer, acima de tudo, as circunstâncias que rodearam aquele incidente. Também queremos enfatizar que a expulsão de Zidane foi correta, já que o quarto árbitro da partida, o espanhol Luis Medina, observou o lance sem o auxílio da televisão e imediatamente informou o ocorrido ao juiz principal, o argentino Horacio Elizondo", explicou a Fifa. A entidade não mencionou se também investigará Materazzi, nem revelou até quando prosseguirão as investigações sobre o francês, que disputou a sua última partida da carreira contra a Itália. Zidane, eleito o melhor jogador da Copa, foi um dos indicados nesta terça-feira ao Prêmio Príncipe das Asturias do Esporte, que será entregue no dia 6 de setembro, na Espanha. A Fifa também aproveitou a divulgação da abertura do "caso Zidane" para desmentir os boatos de que estaria escolhendo um outro país para sediar a Copa de 2010, caso a África do Sul encontrasse dificuldades para organizar o evento. "O Mundial será realizado na África e seguiremos o nosso programa já estabelecido para essa competição. Por sinal, os preparativos para a disputa já começaram", informou a entidade.

Agencia Estado,

11 Julho 2006 | 10h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.