Divulgação
Divulgação

Fifa vai se reunir com patrocinadores para discutir reformas

Coca-Cola, McDonald's e Visa cobram melhorias na entidade

Brian Homewood, REUTERS

18 Agosto 2015 | 17h02

A Fifa vai se reunir com alguns dos seus principais parceiros comerciais na quinta-feira para discutir reformas, disse uma fonte próxima à entidade que controla o futebol mundial nesta terça-feira. A reunião ocorrerá em Zurique, afirmou a fonte à Reuters, mas não havia nenhum detalhe adicional.

O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, disse no mês passado que Coca-Cola, Visa e McDonald's haviam se manifestado pedindo informações sobre o que estava sendo feito para limpar a governança do esporte e oferecendo uma reunião com a entidade. O anúncio de Valcke ocorreu depois que essas duas primeiras marcas pediram à Fifa para apoiar a criação de um órgão independente para reformar a maneira como ela é governada.

O McDonald's informou que havia dito à entidade que seus controles internos não eram consistentes com as expectativas que tinha para seus parceiros de negócios. A Coca-Cola confirmou a reunião em comunicado. "A Coca-Cola Company participará de uma sessão de trabalho com a Fifa. Não estamos fornecendo mais detalhes neste momento", disse.

A Fifa enfrenta uma pressão por reforma desde maio, quando promotores dos Estados Unidos indiciaram nove dirigentes de futebol, a maioria com posições na Fifa, e cinco executivos de marketing sob acusações de fraude, lavagem de dinheiro e extorsão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.