Hassan Ammar/AP
Hassan Ammar/AP

Fifa vence corrida para converter campos de rúgbi para futebol

Três dos quatro campos que serão utilizados na Copa das Confederações estão acostumados a receber rúgbi

MIKE COLLETT, REUTERS

13 de junho de 2009 | 11h41

JOHANESBURGOA - Fifa e o comitê organizador local da Copa das Confederações desfizeram os temores neste sábado de que os campos a serem usados na competição não seriam da melhor qualidade.

 

Veja também:

link Vencedor da Copa das Confederações levará 3 milhões de euros

link Copa das Confederações terá bola exclusiva

Copa das Confederações 2009 - tabela Classificação

Copa das Confederações 2009 - lista Calendário

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Três dos quatro campos que estão sendo usados para o evento-teste da Copa do Mundo - Ellis Park em Johanesburgo, Loftus Versfeld em Pretória e Free State Stadium em Bloemfontein - são principalmente usados para jogos de rúgbi.

Os organizadores tiveram um grande trabalho e pouco tempo para transformar esses locais em campos de futebol para a competição que começa neste domingo.

O estádio Royal Bafokeng, de Rustenburg, não é originalmente um campo de rúgbi, mas foi palco do jogo de abertura de um tour de rúgbi o final do mês passado.

O Congresso Nacional Africano também promoveu um comício no Ellis Park em abril e o campo estava longe da perfeição neste sábado, quando os preparativos finais estavam sendo feitos para o jogo de abertura entre a anfitriã África do Sul e o atual campeão asiático Iraque.

Derek Blankensee, diretor de competição do comitê organizador local, afirmou que os campos estão prontos.

"Jogadores de rúgbi são caras grandes e durante o jogo eles tendem a estragar um pouco o gramado. Um forte trabalho para consertar essas áreas foi feito."

"Em termos do campo de rúgbi, a grama precisa ser mais alta e tem uma consistência diferente. As traves precisam ser movidas para uma posição diferente para um campo de futebol e a localização atual do campo no estádio é diferente," disse ele.

MAIS TEMPO

O diretor de competição da Fifa, Jim Brown, estava satisfeito: "Eu acho que os campos estão prontos e em boas condições."

"Todos entendem a necessidade de se ter um campo de qualidade para uma competição da Fifa, mas os campos não terão um efeito negativo sobre a competição deste ano", disse ele.

Um dos legados do apartheid é que há pouco bons estádios de futebol para competições internacionais e uma proliferação de excelentes campos de rúgbi em todo o país.

Os estádios que estão sendo construídos e reformados para a Copa do Mundo vão diminuir a dependência do futebol sul-africano aos campos de rúgbi para jogos internacionais.

Os novos campos de futebol na Cidade do Cabo, Durban, Johanesburgo, Nelspruit, Polokwane e Porto Elizabeth serão todos usados na competição do ano que vem, juntamente com os campos de rúgbi transformados em Bloemfontein, Johanesburgo e Pretória.

Tudo o que sabemos sobre:
FifaCopa das Confederações

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.