Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

FIFPro questiona ideia de disputar Copa de 2022 no inverno

Para Gordon Taylor, 'ter uma Copa no inverno causaria enormes problemas na Europa'

Efe

14 de janeiro de 2011 | 15h42

LONDRES - O Sindicato Internacional de Jogadores Profissionais (FIFPro) considera que a Fifa deveria descartar a ideia de disputar a Copa do Mundo de 2022, no Catar, durante o inverno do hemisfério Norte (entre os meses de dezembro e março), já que, segundo o organismo, a medida causaria muitas alterações no futebol europeu.

"Acho que será do interesse do Catar garantir que a Copa seja disputada no verão e adaptar os estádios de toda forma que for possível. Se transferirem a competição para o inverno, os transtornos serão ainda maiores", disse nesta sexta-feira o diretor-executivo da FIFPro, Gordon Taylor, em declarações à agência britânica Press Associated.

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, cogitou na semana passada a possibilidade de que o Mundial de 2022 seja disputado entre janeiro e março para evitar que os jogadores tenham que jogar sob o forte calor que caracteriza a cidade de Doha nos meses de junho e julho.

Para Taylor, "ter uma Copa do Mundo no inverno causaria enormes problemas na Europa, principal continente do futebol mundial". Por isso, pediu cautela para que "os torcedores não sejam desiludidos".

Já um dos vice-presidentes de a Fifa, Geoff Thomson, aproveitou para, também nesta sexta-feira, expressar sua opinião, semelhante ao do diretor-executivo da FIFPro, em uma entrevista à rede de televisão britânica BBC.

"Fico decepcionado quando vejo as pessoas falando sobre transferir o torneio, quando a candidatura do Catar já previa que o Mundial seria disputado em uma data concreta. O documento de candidatura é muito claro sobre quando a Copa deveria acontecer", reclamou Thomson.

Veja também:

link Catar se irrita com conversas sobre Copa 2022 'fora de época'

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2022FIFProfutebolFifa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.