Figo descarta boatos sobre possível transferência aos EUA

Jogador português pretende continuar com sua carreira na Inter de Milão, que lidera o Campeonato Italiano

Efe

03 de janeiro de 2008 | 17h03

O meia-atacante Figo, da Inter de Milão, assegurou nesta quinta-feira que não pensa na possibilidade de ir jogar nos Estados Unidos tão logo acabe seu contrato com o clube italiano. Nos últimos dias circularam boatos sobre a possível transferência do jogador português para o futebol americano. Figo, em entrevista publicada na página de internet da Inter, declarou que não gosta de comentar "suposições". "Neste momento não penso na possibilidade (de ir aos EUA), porque tenho outras coisas em mente. Devo me recuperar, jogar e ganhar com a Inter e aproveitar o melhor possível esses seis meses no futebol italiano. Depois da temporada veremos o que acontecerá", completou. Figo, que se encontra em Dubai, onde sua equipe realiza intertemporada, falou sobre a fratura de perônio que sofreu em novembro último em uma partida contra a Juventus. Garantiu já estar curado da lesão, e disse sofrer apenas "uma ou outra dor muscular", já que ficou "muito tempo sem correr e sem fazer o trabalho que normalmente" deve ser feito em campo. No entanto, o português afirmou que está "cada vez melhor", e que "não vê a hora de voltar a trabalhar com a equipe", para "acabar a temporada da melhor forma possível". Quanto aos objetivos da Inter para a atual temporada, Figo avaliou que o clube "foi bem no último ano", e que todos devem seguir nesse caminho daqui para a frente com o objetivo de voltar a conquistar o título do Campeonato Italiano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.