Figo pede desculpas aos seus torcedores por derrota

Com 14 anos de seleção portuguesa, campeão europeu por Barcelona e Real Madrid, melhor jogador do mundo de 2001, o meia Luís Figo fez questão de se desculpar nesta quarta-feira pela perda da maior chance de Portugal no jogo contra a França, aos 32 minutos do segundo tempo. ?O rebote veio rápido, forte e alto. Quando vi, a bola já estava passando por mim. Saltei, mas não consegui atingir do jeito que era preciso?, disse Figo, com o olhar baixo. ?Foi uma pena. O time jogou melhor, mas não conseguiu o resultado. Fica aqui um trabalho muito bem feito e que trouxe Portugal de novo para o principal escalão do futebol mundial?, disse o camisa 7, que deverá se despedir da seleção, sábado, em Stuttgart, após 127 jogos. Sempre equilibrado, Figo não quis comentar a atuação do uruguaio Jorge Larrionda. Mesma postura não teve o volante Costinha, outro que deve deixar a equipe após a disputa do terceiro lugar da Copa. Segundo o jogador do Atlético de Madrid, o trabalho da arbitragem foi prejudicado com a pressão feita pela imprensa internacional durante a semana contra o ?estilo agressivo do time português". ?Falaram muitas coisas falsas do nosso time depois do jogo com a Holanda. O que se viu foi uma seqüência de pequenos erros que pararam nossa equipe em momentos decisivos. Tudo foi contra Portugal.?

Agencia Estado,

05 Julho 2006 | 20h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.