Figo seria um bom sucessor, diz presidente da federação

O presidente da federação portuguesa de futebol, Gilberto Madail, disse nesta quinta-feira que o meio-campo Luis Figo, que se aposentará dos gramados nesta temporada, seria um bom sucessor por ter o perfil necessário para comandar o organismo.

EFE

21 de maio de 2009 | 12h41

As declarações do dirigente respondem às do próprio Figo, que considera ocupar um posto na federação futuramente. "Luis Figo tem o perfil humano e profissional necessário para ocupar o cargo, passou por diferentes países e também conta com a experiência de sua fundação", comentou Madail.

O presidente da FPF afirmou que Figo é uma pessoa que lhe "agrada muito", e assegurou que apoiaria sua candidatura para futuro presidente da federação.

Figo conquistou o título italiano pela Inter de Milão no fim de semana passado e aproveitou para anunciar sua aposentadoria, aos 36 anos. Perguntado pela imprensa se gostaria de comandar a federação, ele não escondeu o desejo.

Porém, o agora ex-jogador elogiou o bom trabalho feito por Gilberto Madail durante os últimos dez anos. "Enquanto ele estiver lá, não há essa possibilidade", ressaltou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.