Coritiba/Site oficial
Coritiba/Site oficial

Figueirense busca empate com o Coritiba fora e se mantém no G-4 da Série B

Catarinenses chegam aos 21 pontos com empate por 1 a 1 no Couto Pereira

Estadão Conteúdo

23 Junho 2018 | 20h58

O Figueirense derrubou neste sábado a campanha perfeita do Coritiba dentro do estádio Couto Pereira. Com gol de Maikon Leite aos 32 minutos do segundo tempo, o clube empatou por 1 a 1 em Curitiba (PR) pela 12ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

+ Copa do Mundo - Acompanhe as notícias do Mundial da Rússia

Com o resultado o time comandado pelo técnico Eduardo Baptista desperdiçou a oportunidade de voltar para o G-4 - a zona de acesso à primeira divisão - e ainda encerrou o retrospecto 100% dentro de casa, com cinco jogos e cinco vitórias.

Há três jogos sem vencer, com dois empates e uma derrota, o Coritiba saiu de campo vaiado pela torcida, que espera comemorar o acesso ao final da temporada, mas ainda não conseguiu se empolgar com o time, que agora aparece com 19 pontos. Do outro lado, o Figueirense mantém a sequência de seis jogos sem perder, com três vitórias e três empates, com 21 pontos.

Em momento de instabilidade, o Coritiba entrou em campo para não se afastar do G-4. Pressionando desde o início, o time da casa assustou pela primeira vez aos 11 minutos de bola rolando. Um dos jogadores mais incisivos, Guilherme Parede entrou em velocidade pela direita, chegou na linha de fundo e cruzou rasteiro para trás, buscando André Luis, mas o zagueiro Eduardo Bauermann estava esperto para cortar no meio do caminho.

Mesmo chegando com facilidade no campo ofensivo, o Coritiba não conseguia criar uma chance clara para abrir o placar. Aos 28 minutos, em bola cruzada pela direita, a marcação do Figueirense se desentendeu e, no bate-rebate, acabou afastando. No rebote, Pablo Thomaz arriscou e levou perigo ao goleiro. Depois, com 38, Alisson Farias apareceu com liberdade, recebeu um cruzamento na medida e pegou muito mal, jogando para fora.

Na reta final do primeiro tempo, em um lance que parecia despretensioso, Yan Sasse recebeu um lançamento longo, em meio aos dois zagueiros, e tentou o domínio, mas errou. Só que, da falha do camisa 70 saiu um passe na medida para Alisson Farias, que saiu frente a frente com Alisson e tocou na saída do goleiro para abrir o placar, aos 44 minutos.

Durante o intervalo, um grupo de torcedores do Figueirense aproveitou a falta de policiamento e avançou até a grade que dividia a arquibancada com a torcida do Coritiba. Houve um princípio de confusão até a chegada da Polícia Militar. No início do segundo tempo foram utilizadas balas de borracha e bombas de efeito moral para conter a briga. Não há relato de feridos e o jogo seguiu normalmente.

 

Com a bola rolando, o jogo seguiu a mesma dinâmica no segundo tempo. O Coritiba controlava as ações da partida, mas o Figueirense precisava de apenas um vacilo para deixar tudo igual. Eduardo Baptista apostou em Chiquinho e Iago no lugar de Yan Sasse e Guilherme Parede, buscando manter a velocidade, enquanto Milton Cruz apostou em apenas um jogador: Maikon Leite, no lugar do volante Abuda, mandando o time para o ataque.

A estratégia do técnico do Figueirense não demorou muito tempo para dar resultado. Aos 32 minutos, João Paulo mandou para Maikon Leite, que recebeu na intermediária, distante do gol, mas recebeu arriscar. O atacante pegou muito bem na bola e mandou no cantinho do goleiro Wilson, que se esticou, mas não conseguiu chegar nela. Na reta final, o Coritiba voltou a controlar o jogo, mas sem criar nenhuma chance de perigo.

Na próxima sexta-feira, às 18 horas, o Coritiba enfrenta o CSA no estádio Rei Pelé, em Maceió (AL), pela 13ª rodada. No sábado, em Florianópolis (SC), o Figueirense recebe a Ponte Preta no Orlando Scarpelli, às 18 horas.

FICHA TÉCNICA

CORITIBA 1 x 1 FIGUEIRENSE

CORITIBA - Wilson; Leandro Silva, Thalisson Kelven, Alex Alves e William Matheus; Wellington Simião, Vinícius Kiss (Jean Carlos), Yan Sasse (Chiquinho) e Alisson Farias; Guilherme Parede (Iago) e Pablo Thomaz. Técnico: Eduardo Baptista.

FIGUEIRENSE - Alisson; Diego Renan, Nogueira, Eduardo Bauermann e Guilherme Lazaroni; Abuda (Maikon Leite), Pereira, João Paulo (Henrique Trevisan), Gustavo Ferrareis (Juninho) e Renan Mota; André Luis. Técnico: Milton Cruz.

GOLS - Alisson Farias, aos 44 minutos do primeiro tempo. Maikon Leite, aos 32 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Thalisson Kelven, Yan Sasse e Pablo Thomaz (Coritiba); João Paulo, Pereira e Gustavo Ferrareis (Figueirense).

ÁRBITRO - Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (SP).

RENDA - R$ 128.652,00.

PÚBLICO - 6.779 pagantes (7.120 no total).

LOCAL - Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.