Divulgação
Divulgação

Figueirense confirma saída de Argel, que deve ser anunciado pelo Inter

Colorado está sem técnico desde a demissão de Diego Aguirre

Estadão Conteúdo

13 de agosto de 2015 | 20h25

A diretoria do Figueirense confirmou nesta quinta-feira a saída de Argel Fucks. O treinador recebeu proposta do Internacional, sem treinador desde a demissão de Diego Aguirre na semana passada, e deve ser anunciado pelo clube gaúcho nas próximas horas.

Argel virou opção para o Inter depois das negativas de Muricy Ramalho e Mano Menezes. O clube cogitou também Jorge Sampaoli, atual treinador do Chile, e Oswaldo de Oliveira. Sem avançar nas negociações, o clube fez proposta a Argel, que só aceitou quando a diretoria sugeriu contrato até o fim de 2016.

O treinador hesitou ao receber a oferta inicial porque o vínculo se encerraria em dezembro deste ano, prazo inferior ao contrato que tinha com o Figueirense, até o fim de 2016. Ao ter o tempo de contrato igualado, Argel decidiu por voltar ao time onde iniciou sua carreira como jogador profissional.

"Não tenho o direito de negar um convite do Inter, um clube com o qual sou identificado, em que comecei a minha carreira, me levou à seleção brasileira. Esse namoro já vem há muito tempo, agora virou casamento. A gente se preparou para isso, trabalhamos oito anos como treinador profissional", declarou o técnico, nesta quinta, em sua despedida no Figueirense.

Após decidir pela transferência, Argel foi até o CFT do Cambirela, em Palhoça, para se despedir dos jogadores da equipe catarinense. "Foi uma despedida muito emocionada e só agradeci a eles. Porque eles tiveram comprometidos comigo e existia uma amizade e um profissionalismo muito grande. Não gosto muito de despedidas, a gente diz um até breve, futebol é isso", afirmou.

Em sua segunda passagem pelo Figueirense, Argel chegou ao clube em julho do ano passado e obteve aproveitamento de 51%. Em 74 partidas, acumulou 33 vitórias, 22 empates e 19 derrotas. Assim, evitou o rebaixamento da equipe no Brasileirão de 2014, buscou o título do Campeonato Catarinense - assegurado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva, após imbróglio judicial com o Joinville - e garantiu a presença da equipe nas oitavas de final da Copa do Brasil.

Sem treinador, o Figueirense será comandado pelo auxiliar técnico Hudson Coutinho na partida contra o Fluminense, domingo, no Maracanã, em rodada do Brasileirão.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolInterFigueirenseArgel Fucks

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.