Figueirense e Atlético-PR ficam no 1 a 1

O Figueirense voltou a decepcionar sua torcida ao empatar, nesta quarta-feira, por um gol, diante do Atlético-PR pela segunda rodada do returno do Campeonato Brasileiro da Série A. Foi o 11ª empate do alvinegro catarinense, chegando a sua sexta partida sem vencer no torneio. Com 35 pontos, volta a jogar com o Santos no próximo domingo, no interior paulista (Mogi Mirim), já que a equipe santista cumpre perda do mando de campo. Já o Atlético, com 42, enfrenta o Paysandu, em Curitiba, também no domingo. O jogo foi assistido pelo volante Galeano, 32 anos. Ex-Palmeiras e Bahia, foi apresentado hoje pelo Figueirense como o mais novo reforço para a disputa do Brasileiro. O atacante André, 26, ex-Atlético-MG, foi outro contratado, só que na terça-feira. O primeiro tempo foi marcado por uma disputa bem equilibrada. Diante de um Figueirense apático nos primeiros minutos de jogo, o Atlético apostou na velocidade na tentativa de surpreender em contra-ataques. Rogério Correia, nos primeiros minutos, roubou a cena na função de um líbero, no comando do rápido meio-de-campo do furacão paranaense. A primeira grande chance do Figueirense aconteceu aos 15 minutos, na cabeçada do meia Éverton, que Alan Bahia interceptou. O Figueirense abriu vantagem em cobrança de pênalti, por intermédio de Izaias, aos 20 minutos. A mais importante chance do organizado Atlético, veio aos 25 minutos, através de uma bela jogada iniciada pelo atacante Dagoberto que serviu para Dênis desperdiçar. A disputa se manteve eletrizante no segundo tempo. Inconformado com a desvantagem, o Atlético exigiu constante atenção da equipe catarinense até empatar aos 19 minutos, através de Haulen, aproveitando um rebote do goleiro Edson Bastos. Corajoso, o Figueirense aplicou constante pressão, em vão, e não conseguiu evitar mais um tropeço dentro de casa, ou seja, o sexto empate dos 11 obtidos ao longo das 24 partidas disputadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.