Figueirense e Inter ficam no empate

O Figueirense não conseguiu superar a retranca do Internacional e empatou por 0 a 0 a sua partida de estréia na Copa Sul-americana, nesta quarta-feira, em Florianópolis. Com isso, o time catarinense segue sem vencer há oito partidas, sendo sete pelo Campeonato Brasileiro da Série A. O jogo da volta - que vai definir o classificado para a próxima fase - acontecerá no dia 4 de setembro, em Porto Alegre. Caso haja novo empate, independente do placar, o classificado sairá após cobranças de pênaltis. A duas equipes fizeram um primeiro muito ruim e as oportunidades de gol foram raras. Em termos de finalizações, foram duas de cada lado ao longo de todo o período. O atacante Nilmar, do Inter, arriscou aos cinco minutos, num chute fraco. A resposta do Figueirense aconteceu somente aos 20, com o estreante Galeano, sem direção. Fernandão (Inter), aos 25, tentou de cabeça e Izaias (Figueirense), aos 38, bateu com pouca potência. E foi tudo. Na etapa final, o panorama se manteve inalterado. O Figueirense até que procurou tomar a iniciativa, mas repetiu os mesmos erros do primeiro tempo: lentidão na saída de bola e excesso de erros de passe, que inviabilizavam os contra-ataques. Além disso, sofreu com a forte marcação da equipe gaúcha, que preferiu se fechar na defesa e explorar a velocidade de Nilmar, seu principal jogador. Numa de suas arrancadas, aos 12 minutos, o atacante matou no peito e chutou cruzado sobre o gol, levando muito perigo. Galeano também arriscou, aos 19, mas chutou alto e a bola foi para a linha de fundo. Inoperante, o Figueirense viu o Inter quase fazer aos 48, quando Gavilán cobrou falta e acertou a trave.

Agencia Estado,

25 Agosto 2004 | 22h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.