Figueirense e Vasco empatam sem gols

Não passou de um empate sem gols a partida entre Figueirense e Vasco, disputada nesta quarta-feira, em Florianópolis. O time carioca conseguiu sustentar um tabu, aumentando para nove as partidas sem perder para a equipe catarinense na história dos confrontos, sendo quatro vitórias e cinco empates. O Figueirense não conseguiu furar a compacta defesa vascaína. O time catarinense jogou bem, mas mostrou dificuldades para chegar na área adversária com jogadas de bola trabalhadas. O jogo foi dinâmico, porém sem a efetiva participação dos atacantes das duas equipes. O Vasco equilibrou o jogo até os quinze minutos do primeiro tempo e em boa parte do segundo. Já o Figueirense, no primeiro, passou a responder ao incentivo de sua torcida com muita disposição, principalmente pelo seu lado direito, com Paulo Sérgio, o melhor jogador do time na partida. Foi dele a primeira investida aos 17 do primeiro tempo, quando fez bela jogada pela direita, progrediu até próximo a área e arriscou um chute com efeito que raspou a trave do goleiro Fábio. Bem marcado, Marcelinho pouco produziu. Sempre se apresentou para as cobranças de falta próximas à área do Figueirense, mas foi infeliz em todas as tentativas. A disposição do time catarinense no primeiro tempo, virou apatia no segundo. O Vasco passou a arriscar mais e já aos quatro minutos desperdiçou bela chance com Donizete. Os cuidados defensivos predominaram no restante do jogo. O técnico vascaíno Mauro Galvão arriscou acrescentando mais um atacante ao time (Léo Borges), mas a estratégia foi pouco produtiva. Já o Figueirense, pecou pela precipitação nas raras oportunidades que teve na etapa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.