Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Figueirense empata em casa com Coritiba

O fator campo já não é mais sinônimo de melhor aproveitamento. Pelo menos este é o drama vivido pelo Figueirense que, nesta quinta-feira, acumulou o terceiro empate, desta vez diante do Coritiba, por 0 a 0, na sétima partida disputada pelo Campeonato Brasileiro da Série A em seus domínios. Foram três derrotas, três empates e uma vitória. Mesmo diante da decepção pelo inesperado, o time se manteve na 18.ª posição na tabela de classificação, agora com 14 pontos e volta a jogar, novamente em casa, no domingo, diante do Fluminense. Já o Coritiba ocupa a 12.ª posição com 21 pontos e enfrenta o Brasiliense, domingo, na capital paranaense.O primeiro tempo foi dominado pelo Coritiba até os 30 minutos. O time paranaense sustentou o controle do jogo ao impor forte marcação individual e nas chances criadas teve no goleiro Edson Bastos uma barreira. Confuso no esquema tático 3-5-2, o Figueirense sofreu pressão do 20.º ao 35.º minuto. O goleiro Edson Bastos roubou a cena aos 26 e aos 27, intervindo com brilho nas finalizações de Alexandre e Marquinhos. Sentindo as dificuldades do disperso time, a torcida passou a incentivar o alvinegro e a equipe respondeu com mais pegada e determinação.Ao contrário da primeira etapa, o Figueirense começou a segunda mais organizado, porém sem a eficiência necessária ao êxito nas suas raras tentativas. Diante de uma defesa compacta, o Coritiba chegou a exigir grande defesa de Edson Bastos aos 25 minutos, quando a partir de então o Figueirense se tornou mais ousado. Aos 38, Michel Bastos chutou na trave e no rebote Edmundo finalizou para fora. O lateral direito Paulo Sérgio, aos 47, desperdiçou, frente a frente com o goleiro Vizzoto, a melhor chance do jogo chutando alto demais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.