Figueirense estréia seu quarto técnico

O Figueirense fará, domingo, às 18h10, na Vila Belmiro, a estréia de seu quarto treinador na temporada. E com ele, a equipe catarinense renova as esperanças de reação diante da incômoda condição de integrante da zona de rebaixamento, com apenas 19 pontos. Adilson Batista, 37 anos, que assumiu o time na última quarta-feira, deu enfoque específico às características do adversário.Simulação de marcação nos principais jogadores santistas velocidade nas saídas de bola, o aperfeiçoamento das jogadas de bola parada, além do diálogo constante com os atletas predominaram nos treinos dos últimos dias. "Nossa preocupação é geral. O Santos é um time muito perigoso e esperamos vivenciar tudo o que treinamos", comentou Batista.Ao sustentar o tradicional esquema tático 4-4-2, o treinador promove mais liberdade para Edmundo, o único confirmado no ataque alvinegro. "Vou poder chegar mais na frente para fazer o giro. Enfim, jogar da maneira que mais gosto", comentou o atacante, que somente momentos antes da partida saberá seu companheiro de setor: Adriano ou Alexandre.O time apresenta-se com mudança na lateral direita. Marquinhos Paraná atuará no setor e a marcação no atacante santista Robinho figura entre suas principais responsabilidades. Já o volante Axel volta ao time após quatro partidas fora, com dois dedos da mão direita fraturados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.