Figueirense ganha do Atlético-GO e se mantém no G4

Nome da noite foi o atacante Ricardo Bueno, que marcou duas vezes

AE, Agência Estado

12 de julho de 2013 | 23h34

GOIÂNIA - O Figueirense deu nesta sexta-feira um passo importante na luta pelo acesso à divisão de elite. Contra um adversário direto, o time catarinense ganhou de virada do Atlético-GO, por 3 a 2, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela oitava rodada da Série B do Brasileiro.

O nome da noite foi o atacante Ricardo Bueno, que marcou duas vezes. Assim, ele já tem quatro gols, em duas partidas disputadas pelo Figueirense. Agora, o time catarinense está com 16 pontos, consolidando sua posição dentro do G4, em terceiro lugar. O Atlético-GO tem 10.

Mesmo fora de casa, o Figueirense começou o jogo melhor. Mas o Atlético-GO se acertou em campo e abriu o placar aos 29 minutos. Após cruzamento de Mahatma Gandhi, João Paulo desviou para o gol. Quatro minutos depois, porém, veio o empate, com Ricardo Bueno.

O jogo voltou corrido no segundo tempo, com o Atlético-GO com mais posse de bola, mas sem criar jogadas no setor ofensivo. Aí, já aos 37 minutos, o Figueirense fez o segundo gol. Denner fez boa jogada e na linha de fundo cruzou. O goleiro Márcio tentou encaixar a bola e falhou, soltando no pé de Botti, que, livre, só empurrou para o fundo das redes.

Para garantir o resultado, o Figueirense fez o terceiro aos 39 minutos. Após boa tabela com Jean Carlo, Ricardo Bueno saiu na cara do goleiro e tocou para o fundo das redes. No último minuto, Ricardo Jesus foi lançado e derrubado pelo goleiro Tiago Volpi. O próprio atacante foi para bola e bateu com categoria, diminuindo a desvantagem do Atlético-GO.

O Figueirense volta ao gramado no próximo sábado, quando recebe o Palmeiras, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Já o Atlético-GO visita o ASA, em Arapiraca (AL), no mesmo dia.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-GO 2 x 3 FIGUEIRENSE

ATLÉTICO-GO - Márcio; Rafael Cruz, Ednei, Diego Giaretta e Mahatma Gandhi; Dodó, Marino, Robston (Jorginho) e João Paulo; Juninho (Pipico) e Anselmo (Ricardo Jesus). Técnico - René Simões.

FIGUEIRENSE - Tiago Volpi; André Rocha, Thiego, Bruno Pires e Wellington Saci; Nem, Dener, Tinga (Marcelo Toscano) e Rodrigo (Botti); Ricardo Bueno e Rafael Costa (Jean Carlos). Técnico - Adilson Batista.

GOLS - João Paulo, aos 29, e Ricardo Bueno, aos 33 minutos do primeiro tempo; Botti, aos 36, Ricardo Bueno, aos 40, e Ricardo Jesus (pênalti), aos 48 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Flávio Rodrigues Guerra (SP).

CARTÕES AMARELOS - Diego Giaretta e Mahatma Gandhi (Atlético-GO); Dener, Bruno Pires e Ricardo Bueno (Figueirense).

RENDA - R$ 35.510,00.

PÚBLICO - 1.776 pagantes.

LOCAL - Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.