Figueirense goleia o Juventude: 4 a 1

O Juventude tinha a estréia em casa do técnico Dorival Júnior, depois de duas partidas fora de casa, e a despedida do zagueiro Naldo, que vai para o Werder Bremen, da Alemanha. Já o Figueirense também estreava técnico, Zé Mário, no lugar de Marco Aurélio. Mas quem roubou a cena no jogo desta tarde, em Caxias do Sul, foi o atacante Edmundo, que marcou três gols na vitória de 4 a 1 que tirou o Figueirense do último lugar do Campeonato Brasileiro. Além dos gols que marcou, Edmundo teve participação na abertura do placar, pelo time visitante, aos 27 minutos. A bola chegou a ele, que tocou para Adriano. Este deixou Michel Bastos em condições de mandar uma bomba no ângulo de Doni. Aos 43 minutos, Edmundo passou por dois adversários e chutou no canto: 2 a 0. Na etapa final, aos 25 minutos, Zé Carlos, atacante do Juventude, perdeu a chance de descontar num pênalti. Ele chutou forte, mas Edson Bastos tocou na bola, que bateu ainda na trave e foi afastada pela defesa. Três minutos depois, Edmundo, outra vez, de cabeça, fez 3 a 0. O Juventude só descontou aos 35 minutos, com Caíco, em jogada individual. Aos 39 minutos, Edmundo marcou o quarto gol, recebendo, isolado, uma rebatida da defesa de seu time. Ele ainda driblou Doni antes de tocar para o gol, fechando o placar: 4 a 1.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.