Figueirense goleia Paraná Clube em Florianópolis

Equipe catarinense arrasa paranaenses - que seguem ameaçadospor - 4 a 0

Rafael Carvalho, Agência Estado

07 de outubro de 2007 | 22h01

Em um jogo definido antes dos 20 minutos do primeiro tempo, o Figueirense goleou o Paraná por 4 a 0 na noite deste domingo, em Florianópolis, pela 30.ª rodada do Brasileirão. Com a vitória, o time catarinense chegou à nona posição na tabela, com 41 pontos. Já o Paraná permaneceu com 34, amargando a zona de rebaixamento, na 18.ª posição. Veja também: Classificação Calendário / Resultados O início do jogo foi aberto, mas aos 17 minutos, em uma sobra de bola, André Santos chutou forte e Vandinho impediu o gol colocando a mão na bola embaixo da trave. Pênalti para o Figueirense e cartão vermelho para o ala do Paraná. O zagueiro Chicão cobrou com classe e abriu o placar, aos 18. Depois do gol e com um homem a mais, o Figueirense partiu para cima do Paraná, tocando a bola e chegando bem pelas laterais. Aos 27, veio o segundo gol, com tranqüilidade. Chicão saiu da zaga, fez boa triangulação com Fernandes e Diogo e se apresentou na área para finalizar. Com um chute cruzado, o zagueiro do time da casa fez seu oitavo gol no Brasilerão deste ano. O Paraná fazia o que podia com um homem a menos, mas não ameaçava a retaguarda adversária.Figueirense4Wilson; Asprilla, Chicão e Felipe Santana; Ruy, Diogo (César Prates), Cleiton Xavier, Fernandes (Jean Carlos) e André Santos; Otacílio Neto (Frontini) e Thiago GentilTécnico: Alexandre GalloParaná0Flávio; Daniel Marques, Nem (Léo Matos) e Luís Henrique; Vandinho    , Adriano, João Paulo (Renan), Batista e Paulo Rodrigues; Jefferson (Vinicius Pacheco) e JosielTécnico: Lori SandriGols: Chicão, aos 18 e aos 27 minutos do primeiro tempo. Frontini, aos 26, e André Santos, aos 40 minutos do segundo tempoÁrbitro: Alício Pena Júnior (MG - Fifa)Renda: R$ 35.518,00Público: 8.417 pagantesEstádio: Orlando Scarpelli No início do segundo tempo, o atacante Otacílio Neto levou uma pancada na cabeça e ficou desacordado por alguns instantes no gramado. Retirado pela maca, já consciente, mas chorando muito, ficou em observação na ambulância do estádio, mas foi liberado minutos depois. Com o reinício do jog o, o time visitante ameaçou uma reação, tocando melhor a bola e chegando com certo perigo, em duas oportunidades, com Josiel. Aos 26, quando algumas vaias da torcida local começavam a ser ouvidas, Jean Carlos começou boa jogada, tocou para Diogo, que com muita categoria colocou a bola na cabeça de Frontini. O argentino agradeceu e, de peixinho, fez o terceiro do Figueirense. O Paraná estava entregue e o Figueirense já tocava a bola de lado. Aos 40, André Santos passou pelo marcador, invadiu a área e bateu firme para fechar o placar, fazendo 4 a 0 e aumentando ainda mais a crise no Paraná. O próximo duelo do Figueirense será sexta, contra o Sport na Ilha do Retiro. Já o Paraná pega o Flamengo em casa, no sábado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.