Figueirense: técnico faz mistério

Três horas antes do embarque para São Paulo, onde seu time estréia nas oitavas-de-final da Copa do Brasil, o técnico Marco Aurélio criou um ambiente de mistério em relação a equipe do Figueirense que joga esta quarta-feira, diante do Corinthians, no Pacaembu. "Eles (o Corinthians) já sabem muito em relação ao nosso time. Vou me resguardar de algumas informações para não dar mais armas para o adversário", resumiu o treinador, após orientar um treino que, surpreendentemente, teve o atacante reserva Michel, 18 anos, na lateral-direita, em substituição ao titular (Paulo Sérgio), deslocado para a esquerda, além de acrescentar mais um meia defensivo (Marquinhos Paraná), abdicando de um atacante (Wagner Almeida). Marco Aurélio disse que a única estratégia que defende nesta partida é a organização tática colocada em prática nos treinos nos últimos dez dias e que esta, por sua vez, não deverá ser defensiva. É o que pensa, também, o estreante Flávio. O meia disse que se trata de um jogo de muita responsabilidade e que o Figueirense terá que atuar com extrema inteligência. "Vamos procurar valorizar, ao máximo, a posse de bola e tirar vantagem em alguns contra-ataques", afirmou.

Agencia Estado,

20 Abril 2005 | 09h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.