Figueirense vem com a base de 2004

A irregularidade do time, resultante nos tropeços que o impediu de brigar pelo tetracampeonato regional de Santa Catarina, despertou no Figueirense o desejo de minimizar os efeitos da frustração de sua torcida tendo a Copa do Brasil como contrapartida.Depois de perder em casa por 1 a 0, o time alvinegro foi buscar em Belém a classificação para as oitavas-de-final da competição com uma vitória por 4 a 2, diante do Remo, em pleno Estádio Mangueirão.Jogando no esquema tático 3-5-2 (três zagueiros e dois alas avançados), variando para o tradicional 4-4-2, o Figueirense ganhou sobrevida após a classificação por conta da adoção de uma nova filosofia tática aplicada pelo técnico Marco Aurélio, que no ano passado comandou o Cruzeiro e a Ponte Preta. Ele está há menos de um mês no cargo, em substituição a Paulo Comelli.á o time, apresenta-se com a base que disputou a Série A do ano passado, mas com alguns reforços. Entre eles, o zagueiro Bebeto, ex-Corinthians, o volante Axel, ex-Paraná Clube; o meia Nildo, ex-São Paulo e o atacante Creedence, contratado junto ao Brasiliense/DF. A última aquisição foi o meio-de-campo Flávio Luiz, ex-Internacional/RS e Ponte Preta/SP, recém chegado de uma curta temporada no Ankara Gugu (Turquia). Ele poderá ser a novidade na equipe que, no próximo dia 20, cumpre a primeira partida das oitavas-de-final da Copa do Brasil, diante do Corinthians, no Pacaembú. Entre os remanescentes, destaque para o veterano zagueiro Cleber e o habilidoso meia Bilu.Sustentando sua política de valorização dos pratas-da-casa, destaque para o lateral-direito Dudu, 23 anos e o volante Rudinei, 21, apontados como as principais revelações confirmadas nas freqüentes e boas atuações nas partidas. Atualmente, o time base do Figueirense é formado por: Edson Bastos; Eloy, Cleber e Bebeto; Carlos Alberto, Axel (Nildo), Rudinei, Bilu e Paulo Sérgio; Wagner Almeida e Creedence.

Agencia Estado,

08 de abril de 2005 | 09h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.