Reprodução/Twitter/Figueirense
Reprodução/Twitter/Figueirense

Figueirense vence a primeira e afunda Brasil na lanterna da Série B

João Diogo, aos oito minutos do segundo tempo, fez o único gol da partida

Redação, O Estado de S.Paulo

15 de maio de 2019 | 00h01

O Campeonato Brasileiro da Série B ainda está apenas na quarta rodada, mas o Brasil de Pelotas já aparece como um dos candidatos ao rebaixamento. Nesta terça-feira, o time foi derrotado pelo Figueirense, por 1 a 0, no Orlando Scarpelli.

Ainda sem somar nenhum ponto e nem marcar gols, o Brasil de Pelotas está na lanterna do campeonato. Já o Figueirense venceu a primeira, chegou aos seis pontos e subiu para a sexta colocação, mas pode perder algumas posições no complemento da rodada.

O primeiro tempo não foi bom no Orlando Scarpelli e os dois treinadores foram para os vestiários irritados. O Figueirense não levou nenhum susto, mas criou apenas duas chances. Rafael Marques fez Carlos Eduardo espalmar chute de fora da área e Matheuzinho tirou tinta da trave em cabeceio colocado.

Os times voltaram mais ligados do intervalo. Logo aos seis, Branquinho exigiu grande defesa de Denis em chute cruzado. Dois minutos depois, João Diogo completou cruzamento de Breno e colocou o Figueirense na frente.

O Brasil de Pelotas sentiu o gol e só foi conseguir chegar com perigo aos 26, quando Diogo Oliveira bateu de fora da área, com a bola passando perto da trave de Denis. O Figueirense abdicou de atacar e quase viu Rafael Grampola empatar. Mas o seu goleiro defendeu.

O Figueirense volta a campo na próxima terça-feira, contra o Bragantino, às 21h30, no Nabi Abi Chedid. No sábado seguinte, o Brasil de Pelotas recebe o América-MG, às 19 horas, no Bento Freitas. Os jogos serão válidos pela quinta rodada.

FICHA TÉCNICA

FIGUEIRENSE 1 X 0 BRASIL DE PELOTAS

FIGUEIRENSE - Denis; Pereira, Alemão, Ruan Renato e Breno; Zé Antônio, Matheuzinho (Alípio), Fellipe Mateus e Tony; João Diogo (Matheus Lucas) e Rafael Marques (Betinho). Técnico: Hemerson Maria.

BRASIL DE PELOTAS - Carlos Eduardo; Ednei, Leandro Camilo, Bruno Aguiar e Sousa; Leandro Leite, Carlos Jatobá, Murilo Rangel (Diogo Oliveira), Juba (Marcinho) e Bruno Paulo (Rafael Grampola); Branquinho. Técnico: Rogério Zimmermann.

GOL - João Diogo, aos oito minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Vinicius Furlan (SP).

CARTÕES AMARELOS - Betinho (Figueirense); Rafael Grampola e Bruno Aguiar (Brasil de Pelotas).

RENDA - R$ 39.726,00.

PÚBLICO - 1.858 pagantes (1.931 total).

LOCAL - Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.