Figueirense vence em Curitiba e é líder

Com um futebol irreconhecível, o Atlético Paranaense não aguentou o melhor futebol do Figueirense e perdeu para a equipe catarinense por 3 a 0, no estádio Joaquim Américo, em Curitiba, com um jogador a mais desde o primeiro tempo. Os gols catarinenses foram marcados por Fernandes aos 27 minutos do primeiro tempo, Márcio Martins aos 19 e Sérgio Manoel aos 27 da segunda etapa. Com o resultado, o Figueirense chegou aos seis pontos em duas rodadas, enquanto o Atlético tem zero. A equipe rubro-negra começou a partida no ataque, o técnico interino Júlio Piza retornou ao esquema 4-4-2, mas aos poucos o Figueirense demonstrava mais tranqüilidade e equilibrava as ações. O primeiro gol surgiu aos 27 minutos, após uma cobrança de falta de Sérgio Manoel, que o goleiro Diego rebateu mal e Fernandes concluiu para as redes. Em seguida, o Figueirense perdeu Carlos Alberto, mesmo assim o Atlético levou perigo apenas no final da etapa. Dagoberto ainda chutaria uma bola na trave, no início do segundo tempo, antes de seu time levar o segundo gol, de Márcio Martins, aos 19 minutos. O gol desequilibrou ainda mais o time da casa e Sérgio Manoel, de pênalti, fecharia o placar aos 27 minutos. Aos 40, o atacante Ilan desperdiçou um pênalti ao chutar para fora. Para o técnico Dorival Júnior, mesmo com a vitória o importante é conter a euforia. (A competição está apenas começando, temos tudo pela frente ainda." A torcida, que já havia protestado contra o ingresso de R$ 30,00 cobrado nos jogos da equipe, vaiou o time até o final da partida e em alguns momentos entrou em confronto com seguranças que tentavam impedir os protestos. O técnico do Paulista, Zetti, voltou a ser sondado para assumir a equipe, mas preferiu continuar seu compromisso com a equipe de Jundiaí.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.