Figueirense vence fora e deixa Ipatinga na lanterna

O Figueirense manteve a seqüência de bons resultados e, mesmo jogando fora de casa, venceu o Ipatinga por 1 a 0, no Ipatingão, com um golaço de Cleiton Xavier. Com a vitória, o time catarinense tem 16 pontos e subiu para a oitava posição no Campeonato Brasileiro. Já o Iátinga segue sem vencer. O jejum do time mineiro chega a sete jogos. Com a derrota, o time permaneceu com sete pontos e caiu para a última colocação. No dia 16 de julho, o Ipatinga visita o Botafogo, do técnico Ney Franco. Curiosamente, será o segundo encontro entre o treinador e o time mineiro. Na primeira oportunidade, o técnico venceu o Ipatinga, por 1 a 0, quando dirigia o Atlético Paranaense. Já o Figueirense, recebe o Santos, no mesmo dia, no Orlando Scarpelli. Mesmo sem grande ajuda do torcedor, o Ipatinga começou tentando fazer valer o fator casa. Logo aos três minutos, Leandro Salino foi à linha de fundo e cruzou para Adeílson, que escorou de cabeça e exigiu grande defesa de Wilson.Entretanto, com uma formação de três zagueiros e quatro volantes, o Ipatinga tinha muita dificuldade de criar jogadas ofensivas, por isso, insistia nas jogadas de chuveirinho, sem muito sucesso. Já o Figueirense, que entrou em campo com a intenção de explorar os contra-ataques, teve êxito em sua primeira investida. Aos 20 minutos, Cleiton Xavier cobrou falta com categoria, no canto esquerdo de Rodrigo Posso.Em desvantagem no marcador, o Ipatinga adiantou sua marcação, complicou a saída de bola do Figueirense e passou a chegar com mais perigo. Responsável pela criação das principais jogadas do Ipatinga, Adeílson deixou Paulinho Dias na cara do gol. O volante dominou no peito, mas chutou sem direção. Mas a pressão ipatinguense durou pouco e o jogo perdeu em emoção.Insatisfeito com o futebol apresentado no primeiro tempo, o técnico Ricardo Drubscky fez duas alterações no intervalo e saiu do esquema com três zagueiros, para o tradicional 4-4-2. O zagueiro Henrique e o volante Sandro deram lugar a Luciano Mandí e Luis Fernando, respectivamente. No Figueirense, PC Gusmão trocou um lateral por outro: saiu Leandro Soares e entrou William Matheus. As mexidas deixaram o jogo mais aberto. Com apenas dois minutos, o time catarinense teve a chance de ampliar. Tadeu recebeu ótimo passe de Cleiton Xavier, invadiu a grande área, mas chutou pela linha de fundo. A resposta do Ipatinga veio em dose dupla, mas parou nas mãos de Wilson. Primeiro com Leandro Salino, depois com o atacante Marinho. Correndo contra o relógio, o Ipatinga partiu com tudo, mas o nervosismo e a falta de competência dos atacantes foram preponderantes para as inúmeras chances desperdiçadas.Ficha técnicaIpatinga 0 x 1 FigueirenseIpatinga - Rodrigo Posso; Henrique (Luciano Mandí), Léo Oliveira e Gian; Leandro Salino, Augusto Recife, Paulinho Dias (Neto Baiano), Sandro (Luis Fernando) e Rodriguinho; Marinho e Adeílson. Técnico: Ricardo Drubscky Figueirense - Wilson; Anderson Luis, Bruno Aguiar, Asprilla e Leandro Soares (William Matheus); Diogo, Magal, Cleiton Xavier e Marquinho; Tadeu e Edu Sales (Rodrigo Fabri). Técnico: PC GusmãoGol - Cleiton Xavier, aos 20 minutos do 1º tempoCartões amarelos - Adeílson, Léo Oliveira (Ipatinga); Bruno Aguiar e William Matheus (Figueirense)Árbitro - Cláudio Luciano Mercante Júnior (PE)Renda - R$ 11.720,00Público - 2.371 pagantesLocal - Estádio Ipatingão, em Ipatinga

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.