Paulo Fernandes/Divulgação
Paulo Fernandes/Divulgação

Figueirense vence com gol no fim e agrava desespero do Vasco

Lanterna, time carioca é superado por 1 a 0 no Maracanã

LUCIANO PÁDUA, Estadão Conteúdo

29 de agosto de 2015 | 21h02

O Vasco não conseguiu evitar mais uma derrota no Campeonato Brasileiro. Neste sábado, com um gol sofrido no último lance da partida, o time foi batido por 1 a 0 pelo Figueirense, no Maracanã. A equipe carioca, que tentou de tudo para vencer o jogo, queria aproveitar o embalo da classificação às quartas de final da Copa do Brasil para se recuperar no Brasileirão, mas não conseguiu.

O Vasco tem 13 pontos, na lanterna do torneio, e o Figueirense ficou com 26, em 14º lugar. As equipes voltam a campo para a 22ª rodada do Brasileirão no meio da próxima fase. O Vasco vai a Porto Alegre na próxima quarta-feira para enfrentar o Internacional no Beira-Rio, às 19h30. O Figueirense recebe o Grêmio na quinta-feira no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

Desesperado pela necessidade de reagir, o Vasco buscou desde o início a vitória, mas também deixou espaços na defesa. O primeiro tempo foi corrido, com boas oportunidades, mas pouca eficácia. O Vasco teve mais posse de bola, mas não conseguiu converter as jogadas em gol. Alex Muralha, muito bem na partida, garantiu o resultado para o Figueirense.

Aos 21, o atacante do Figueirense Alemão cabeceou com perigo para fora. Aos 25, foi a vez de o Vasco reagir: Rafael Silva finalizou bem da entrada da área e Alex Muralha fez difícil defesa.

Aos 42 minutos da primeira etapa, Jean Patrick entrou na área, driblou o goleiro adversário mas foi desarmado no último segundo. Aos 47, Clayton, após dar um passe de peito, recebeu a bola, deu um lençol no zagueiro Anderson Salles e, com a cabeça, tentou encobrir Martín Silva, com a bola passando perto da meta.

Com alterações para os dois lados - Andrezinho no lugar de Riascos e Fabinho substituindo Paulo Roberto -, o segundo tempo iniciou disputado. O Vasco tentava furar a defesa catarinense e marcar o primeiro gol nas últimas cinco rodadas no Brasileirão. Andrezinho entrou bem e deu novo ânimo ao time carioca. Aos 22 minutos, o atacante Thalles perdeu oportunidade clara dentro da pequena área.

Rafael Silva finalizou bem, aos 25 minutos, e Alex Muralha defendeu deixando rebote para Thalles, que completou para fora. Rafael Silva foi travado no último momento, aos 27 minutos. Aos 32, em cruzamento, Cristiano cabeceou certeiro no canto e Alex Muralha executou nova bela defesa.

Nessa altura da partida, o Vasco se lançou completamente ao ataque e o Figueirense esperou brechas para o contra-ataque. Muralha seguia muito bem, evitando o gol dos cariocas. Aos 48 minutos do segundo tempo, no último lance do jogo, Marcão aproveitou lançamento livre e marcou o gol da vitória da equipe catarinense.

FICHA TÉCNICA

VASCO 0 X 1 FIGUEIRENSE

VASCO - Martin Silva, Jean Patrick (Thalles), Luan, Anderson Salles e Christiano; Serginho, Guiñazú, Julio dos Santos (Romarinho), Nenê e Rafael Silva; Riascos (Andrezinho). Técnico: Jorginho.

FIGUEIRENSE - Alex Muralha; Leandro Silva, Bruno Alves, Thiago Heleno, Marquinhos Pedroso; Dener, Paulo Roberto (Fabinho), João Vitor (Yago); Dudu, Clayton e Alemão (Marcão). Técnico: René Simões

GOL - Marcão, aos 48 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Luan e Guiñazu (Vasco); Alex Muralha, Bruno Alves, Yago e Marquinhos Pedroso (Figueirense).

ÁRBITRO - Francisco Carlos do Nascimento (AL)

PÚBLICO - 14.857 pagantes (17.940 presentes)

RENDA - R$ 436.840,00

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio (RJ).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoVascoFigueirense

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.