Filho de Zidane erra cavadinha, mas pega 3 pênaltis na Euro Sub-17

Apesar de erro, Luca Zidane ajuda na classificação à final do torneio

Estadão Conteúdo

19 de maio de 2015 | 17h37

Luca Zidane pode não ter a mesma categoria do pai com os pés, mas tem a quem puxar no poder de decisão. Nesta terça-feira, o melhor goleiro do Campeonato Europeu Sub-17 fez três defesas na disputa por pênaltis contra a Bélgica e colocou a França na decisão do torneio, disputado na Bulgária.

O jogo foi cheio de emoções para Luca, que completou 17 anos na semana passada. O goleiro ainda não havia sido vazado em quatro jogos do Europeu e falhou justamente na semifinal. Saiu mal do gol após cobrança de escanteio e deixou a Bélgica empatar no segundo tempo da partida.

Na decisão por pênaltis, pegou as cobranças de Janssens e Daneels. Luca saiu do gol para ser batedor, tentou uma cavadinha como a do pai na final da Copa do Mundo de 2006, mas mandou no travessão. Na cobrança seguinte, segurou o chute de Azzaoui. Em 10 batidas, só três atletas acertaram. A França venceu por 2 a 1.

Na final, os franceses vão enfrentar a Alemanha, que ganhou de 1 a 0 da Rússia e também avançou à decisão. O título será decidido na sexta-feira, em Burgas. Os franceses tentam repetir a conquista de 2004. Naquele ano, a equipe de Samir Nasri e Jérémy Menez venceu a Espanha de Gerard Piqué e Cesc Fàbregas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.