Filho diz que Paul Gascoigne está perto de morrer

O filho do ex-jogador inglês Paul Gascoigne, de 41 anos, afirmou neste sábado que o seu pai está perdendo a batalha para o alcoolismo e está sofrendo de problemas mentais. "Provavelmente vai morrer logo", afirmou Regan Gascoigne, de 12 anos, a um canal de televisão britânico."Não acredito que valha a pena ajudá-lo. Está desperdiçando o nosso tempo. Se posso desejar algo é que ele fique longe de nós", afirmou o filho do ex-atleta. "Todos acreditam que ele é o ''Gazza'', mas o fato de ter sido um bom jogador não significa que tenha sido um bom pais ou uma boa pessoa", completou, se referindo ao apelido do pai. O canal de televisão também entrou em contato com o ex-volante, que está morando em um hotel de Portugal. "Tenho uma disfunção alimentícia, sou bipolar, tenho ansiedade e mudanças de humor", explicou ex-jogador do Tottenham e da Lazio. "Bebia quando estava triste. E sim, tenho que admitir que pensei em morrer", confessou. Gascoigne se destacou durante a Copa do Mundo de 1990, na Itália, quando apresentou o seu melhor desempenho nos gramados. Sua carreira foi interrompida por lesões e problemas fora de campo, incluindo o alcoolismo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.