Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

Filho do meia Guerra, do Palmeiras, recebe alta e vai para casa

Assael, de três anos, passou oito dias internado por afogamento e agora, recuperado, já deixou o hospital

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

13 de julho de 2017 | 16h51

O filho do meia venezuelano Alejandro Guerra, do Palmeiras, recebeu alta nesta quinta-feira do hospital Albert Einstein, em São Paulo, e já foi para casa. Assael, de três anos, passou oito dias internado para se recuperar de um afogamento na piscina de casa, chegou a ficar na UTI e agora foi liberado.

A assessoria de imprensa do hospital confirmou que o garoto recebeu alta médica nesta quinta-feira. Durante o período em que ficou internado, Assael teve a companhia do pai, que se afastou do cotidiano do clube. O meia venezuelano desfalcou a equipe em duas partidas e voltou a atuar apenas na última quarta-feira, na derrota por 2 a 0 do Palmeiras para o Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro.

Guerra soube do acidente do filho quando estava em Guayaquil, no Equador, para jogar pelo Palmeiras em partida da Copa Libertadores contra o Barcelona. O jogador recebeu a notícia no hotel, horas antes de entrar em campo, e foi libertado pela diretoria para voltar ao Brasil imediatamente. O venezuelano voltou aos treinos na segunda-feira à tarde, quando Assael já havia deixado a UTI.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolPalmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.