Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Alexandre Vidal / Flamengo
Alexandre Vidal / Flamengo

Filipe Luís evita as críticas no Flamengo: 'Eles aproveitaram a única chance'

Equipe rubro-negra foi derrotada por 1 a 0 pelo Fluminense graças a gol no fim da partida em São Paulo

Redação, Estadão Conteúdo

04 de julho de 2021 | 19h36

Sem os principais craques do Flamengo, coube ao lateral-esquerdo Filipe Luis tentar explicar a derrota para o Fluminense por 1 a 0, no clássico disputado pela terceira vez na cidade de São Paulo, neste domingo, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. Ele deu razão ao goleiro Diego Alves que, na parte final do jogo, gritou com o time e avisou que o jogo aqui e lá não era bom para os rubro-negros, mas evitou críticas.

"A gente sabia mesmo que o contra-ataque era a arma deles, mas num lance no final eles marcaram o gol. Uma pena", lamentou o lateral.

Quando o goleiro avisou o time aos gritos e gestos, o jogo ainda estava zero a zero e o Fluminense usava os contra-ataques e criava chances reais de gol. O Flamengo continuava atacando, mas sem mostrar força na recomposição defensiva. Assim tomou o gol do rival aos 45 minutos do segundo tempo, marcado por André.

De qualquer forma, Filipe Luís acha que é preciso seguir em frente. "Nós temos que continuar trabalhando, melhorando e crescendo. Nós jogamos bem, principalmente no primeiro tempo, mas não fizemos o gol. Eles tiveram uma chance e venceram".

O lateral lembrou as baixas do time, mas não quis fazer deste fato uma desculpa para a derrota. "Temos muitos desfalques e estamos vindo de uma sequência dura de jogos e viagens. Não quero usar isso como desculpa, mas atrapalha. De qualquer forma, precisamos melhorar", ressaltou.

Para o atacante Michael, o time deveria ter aproveitado as chances no primeiro tempo. Foram cinco finalizações perigosas. "Faltou um pouquinho de calma para fazer o passe final e finalizar. No fim eles venceram. A gente sabia que a arma deles era o contra-ataque, mas a marcação funcionou bem no primeiro tempo. Num lance, saiu o gol deles", lamentou.

Pela terceira vez na história o Fla-Flu foi disputado em São Paulo. Nos dois confrontos anteriores o placar não saiu do zero, ambos no Pacaembu. Tanto em 1942 pela Copa Quintela de Ouro, um torneio que reuniu os dois cariocas mais três paulistas Corinthians, São Paulo e Palestra (antigo Palmeiras), como em 2016 pelo Campeonato Carioca.

O Flamengo agora volta a campo nesta quarta-feira diante do Atlético-MG, às 19 horas, no Mineirão, pela décima rodada. Embora tenha 12 pontos, o time carioca tem dois jogos a menos (7 a 9) do que seus concorrentes diretos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.