Filipe Luis prevê partida 'complicada' contra reservas do Astana

A invencibilidade de 24 jogos em casa pelas competições europeias chegou ao fim na surpreendente derrota para o Benfica, por 2 a 1, há 20 dias. Nesta quarta-feira, entretanto, o Atlético de Madrid tem uma ótima chance de se recuperar na Liga dos Campeões. Joga novamente no Vicente Calderón, desta vez com o modesto Astana, do Casaquistão, que viajou à Espanha sem cinco titulares e deve entrar em campo com um time basicamente composto por reservas.

Estadão Conteúdo

20 de outubro de 2015 | 18h09

Mesmo assim, o lateral-esquerdo brasileiro Filipe Luis prevê uma partida "complicada" para o vice-campeão da edição retrasada da Liga. "Quando você joga com a camisa do Atlético de Madrid, sempre tem a intenção de ganhar. A derrota para o Benfica nos faz querer ainda mais ganhara essa partida, porque temos o objetivo de classificar e se for em primeiro do grupo, muito melhor. Mas não vai ser fácil, é uma partida complicada", comentou o jogador.

Na entrevista coletiva pré-jogo nesta terça-feira, entretanto, Filipe Luis deixou claro que o Atlético é favorito e tem obrigação de vencer. "Jogamos em casa, com um grande ambiente, e é muito importante os três pontos amanhã (quarta)", destacou ele. Com três pontos, o time espanhol é vice-líder do Grupo C. O Benfica, com seis, está em primeiro. O Astana tem só um ponto, do empate em casa com o Galatasaray.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.