Fabio Maradei/ Hang Loose
Fabio Maradei/ Hang Loose

Filipinho 'encara' pandemia e aprova adiamento da etapa de Saquarema

Evento estava marcado para 18 a 27 de junho e ainda não tem nova data prevista

Redação, Estadao Conteudo

29 de abril de 2020 | 18h22

O brasileiro Filipe Toledo, top 4 do circuito mundial de surfe em 2019, elogiou, nesta quarta-feira, por intermédio de um vídeo, a decisão da World Surf League (WSL) de adiar a etapa de Saquarema, onde venceu as duas últimas edições. O evento estava marcado para 18 a 27 de junho e ainda não tem nova data prevista, por causa da pandemia do coronavírus.

"Foi uma decisão muito boa, sabendo que eles estão priorizando a saúde de todo mundo. Não só dos atletas, mas do Mundo todo, porque querendo ou não, o nosso esporte junta muita gente. Então, deixar os eventos adiados até depois de junho é uma boa escolha", afirmou Filipinho.

Direto de San Clemente, na Califórnia, onde mora, o surfista revelou como está sua rotina durante o período de isolamento, com orientação do online do técnico Eduardo Takeuchi. "Agora é só aproveitar a família, a casa e esperar a próxima decisão da WSL e saber o que vai acontecer", disse o atleta, que voltou a surfar, agora que as praias foram liberadas em San Clemente.

"Mesmo não tendo datas, tem de estar preparado para qualquer coisa a qualquer momento. O surfe é assim, tem de estar preparado para qualquer situação de mar, então a gente já vive assim. Manter os treinos, foco no surfe, trabalho mental a parte física. Assim que aparecer a luz verde vai estar preparado para poder voltar competir e fazer o que mais gosta."

O surfista também mandou uma mensagem positiva e pedindo que todos sigam as orientações de saúde. "Espero que estejam todos bem, com saúde, aproveitando bem a família, principalmente aquelas pessoas que não tinham essa oportunidade. Valorizem esse momento", falou. "Continuem seguindo as normas das autoridades da saúde, ficando em casa, evitando aglomerações e se prevenindo de todas as formas, com álcool em gel, luvas, máscaras, para a gente poder voltar a vida normal."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.