Finais européias esvaziam França x Brasil

Na França todas as atenções estão concentradas na partida desta quarta-feira entre Olympique de Marselha e Valencia pela disputa da Copa da UEFA, esvaziando, em grande parte, o interesse pela partida amistosa França x Brasil, marcada para quinta no Stade de France. Isso apesar de todos os ingressos terem sido vendidos ou distribuídos pela direção da Fifa que comemora o seu centenário. Os franceses estão concentrados em Clairfontaine, mas interpretam essa partida contra o Brasil como uma entre as demais de sua preparação para a fase final do Eurocopa 2004, em Portugal, no mês de junho, quando devem estrear contra a Inglaterra. Os franceses não poderão contar na partida de quinta-feira com alguns de seus titulares atuais, mas outros grandes nomes da Copa de 1998 estarão presentes. Esse é o caso de Desailly, Thuran na defesa, mas também de Zidane no ataque. Além disso, outros nomes como Pires, Thierry Henry, artilheiro do campeonato inglês, tem lugar garantido. Já Sagnol e Lizarazu foram retidos pelo Bayern de Munique. Também Barthez que joga nesta quarta em Gotemborg pelo Olympique contra o Valencia, goleiro titular em 98 está fora. Há alguns dias, o técnico Jacques Santini que já escolheu os 23 jogadores para o Euro, advertiu o público francês que vai comparecer ao estádio para evitar o refrão da Copa de 98: um, dois e treze a zero, uma referência aos três gols marcados contra o Brasil. Ele lembrou que isso pode ter efeito de provocação sobre Ronaldo, Ronaldinho e Kaká. Os dirigentes do futebol francês estão considerando essa partida como uma grande festa do futebol, a do centenário da Fifa, não sentindo também nenhum espírito de revanche por parte do Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.