Final carioca opõe geração de técnicos

A primeira partida da decisão do Campeonato Carioca entre Vasco e Fluminense, nesta quarta-feira, às 21h40, no Maracanã, apresenta um duelo de características distintas. De um lado, o experiente técnico Antônio Lopes, de 61 anos, dono de um currículo vitorioso. E do outro, o novato Renato Gaúcho, de 39 anos, na busca por seu primeiro título como treinador."O Renato vai disputar sua primeira decisão, mas o Fluminense tem jogadores que já conquistaram campeonatos", disse Antônio Lopes, bicampeão brasileiro (1997 e 2000), da Copa Libertadores (1998) e do Campeonato Carioca (1982 e 1998), todos pelo Vasco. O time vascaíno, inclusive, não vence o estadual desde 1998.Apesar da inexperiência do rival, Antônio Lopes elogiou Renato Gaúcho, de quem foi técnico em 1987, no Flamengo. "Ele fez uma boa campanha no comando do Madureira (primeira equipe que dirigiu) e tornou o Fluminense o melhor time carioca no último Brasileiro", afirmou o treinador do Vasco.Antônio Lopes acredita que não vai ser um problema o fato de Renato Gaúcho armar uma marcação especial sobre o meia Marcelinho Carioca, o principal jogador do Vasco. "O Marcelo é inteligente e não será a primeira vez que isso vai acontecer", afirmou o treinador, que não admitiu o favoritismo vascaíno, apesar de ter a vantagem de jogar por dois resultados iguais.Apesar de todo o destaque atribuído a Marcelinho, o próprio jogador faz questão de ressaltar a força do grupo vascaíno. Recuperado de uma contusão na coxa direita, ele frisou que o Vasco não depende de um único atleta. Contra o Fluminense, Antônio Lopes continua sem poder escalar o atacante Valdir, que ainda se recupera de uma contusão.Um detalhe curioso da partida é que o Vasco pode ser campeão sem ter vencido um único clássico nesta temporada, ao contrário do adversário. A equipe de São Januário ganhou a vantagem de jogar por dois empates porque realizou a melhor campanha na primeira fase.No Fluminense, Renato Gaúcho procura não se iludir com o sucesso. O treinador, que encontrou resistência ao seu nome na época da contratação, disse estar feliz com o êxito. Para a primeira partida contra o Vasco, ele manteve a rotina de não informar a equipe titular. Mas Renato Gaúcho ganhou dois reforços nesta terça-feira: o meia Carlos Alberto e o lateral-direito Jancarlos, que retornaram da seleção brasileira Sub-20, após disputarem um torneio na Malásia.Mesmo cansado, Carlos Alberto não escondeu o desejo de atuar na final. E agradeceu os esforços da diretoria para trazê-lo de volta e o reconhecimento dos torcedores. Jancarlos disse que 24 horas já seriam suficientes para que ele pudesse se recuperar. E ainda lembrou que, ao voltar da disputa do Sul-Americano, no Uruguai, também pela seleção Sub-20, atuou no mesmo dia em que chegou ao Brasil.Um dos mais empolgados no Fluminense é o atacante Fábio Bala. O jogador tem dez gols no Carioca e está próximo de se tornar o artilheiro da competição. Ele só pode ser alcançado por Marcelinho Carioca, que tem seis gols. "Vamos esperar para ver o que vai acontecer. O momento é o de pensar no título", disse Fábio Bala, que disputa uma vaga na equipe titular com Ademílson. "De qualquer forma, ser artilheiro em meu primeiro campeonato como titular, será muito importante para minha carreira."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.