Ricardo Moraes/Reuters
Ricardo Moraes/Reuters

Final do Campeonato Carioca deve ter transmissão apenas na internet

Tendência é que a Rede Globo não entre na disputa e nenhuma outra emissora decida tentar passar o clássico

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

09 de julho de 2020 | 08h53

A Federação Carioca anunciou pouco depois do término da final da Taça Rio, as datas da decisão do Campeonato Carioca. Flamengo e Fluminense vão se enfrentar no próximo domingo e na quarta-feira, às 16h e 21h30, respectivamente, e a tendência é que os jogos tenham transmissão apenas na internet.

O Estadão apurou que a Rede Globo não pretende entrar na briga para exibir o jogo e que outras emissoras não demonstram muita confiança em fazer uma oferta para Fluminense e Flamengo justamente por temer que possam enfrentar algum tipo de disputa jurídica em razão dos direitos de transmissão. A emissora carioca não tem acordo com o Fla e isso por si só já faz com que ela não pretenda investir na tentativa de exibição do clássico.

Os dois jogos serão no Maracanã. A primeira partida acontecerá neste domingo, às 16h, e terá transmissão da FluTV, já que o Fluminense é o mandante. A volta será na quarta-feira, às 21h30, e a FlaTV é quem vai passar. O Flamengo, por ter tido melhor campanha somando a Taça Guanabara e Taça Rio, teve o direito de escolher o mando do campo e decidiu ser o mandante na segunda partida.

A final da Taça Rio foi cercada de polêmicas e brigas em TJD-RJ e STJD. Chegou um momento, em que não se sabia nem mesmo se haveria transmissão. Depois, ficou decidido que seria só na FluTV, até que o TJD-RJ decidiu que o Flamengo também tinha direito, mas algumas horas depois, o STJD mudou a decisão e decidiu que apenas o Flu, como mandante, poderia passar a partida.

Vale lembrar que a polêmica sobre direitos de transmissão teve início quando uma medida provisória assinada pelo presidente da República Jair Bolsonaro determinou que os direitos de transmissão dos jogos passassem a ser apenas do mandante. Antes, era necessário existir o acordo com os dois times envolvidos. Com a decisão, o Flamengo transmitiu o jogo contra o Boavista em seu canal no youtube e a Rede Globo decidiu rescindir o contrato de transmissão do Carioca, alegando quebra da cláusula de exclusividade da competição. A partir daí, foram dias de muitas disputas nos tribunais, envolvendo clubes, Globo e a Federação Carioca de Futebol.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.