Finazzi aparece de visual novo e fala em uva verde para quarta

Colegas de time brincam com o cabelo do atacante, que foi testado no treino desta quinta no Corinthians

Fábio Hecico, O Estado de S. Paulo

24 de abril de 2008 | 15h01

A grande surpresa do treino do Corinthians na manhã desta quinta-feira no Parque São Jorge não foi um novo reforço nem uma mudança revolucionária no time titular que jogará na partida decisiva da próxima quarta-feira, contra o Goiás, pela Copa do Brasil, quando o time alvinegro precisará vencer por dois ou mais gols de diferença. O que chamou a atenção foi o novo visual do atacante reserva Finazzi: ele descoloriu o cabelo, deixando algumas pontas em preto.Qual a explicação para isso? Chamar a atenção para ganhar a vaga no time? Pagar promessa? Nem o próprio soube dizer. Entende-se pelo que falou que é apenas uma maluquice. "Desde 2000, quando defendi o Sochaux (da França), o pessoal usava esse visual. Pensei que é agora ou nunca para fazer, já que estou ficando careca [risos]. Mesmo se esse visual dar sorte, não vou mantê-lo. Minha mulher falou que eu vou dormir fora de casa e minha filha levou um susto quando me viu". Por causa do novo estilo do cabelo, Finazzi obviamente foi alvo das brincadeiras dos colegas. "Alguns me chamaram de Ravanelli [ex-jogador italiano que tinha os cabelos brancos por causa genética], mas não sei quem ele é", contou o atacante. "Está feio para caramba. Estamos caçando um apelido", entregou Chicão, na entrevista coletiva, ao ser questionado sobre o assunto.Não foi pelo visual, mas Finazzi ganhou no coletivo uma chance entre titulares. Foi no finalzinho do treino, quando substituiu Acosta. A baixa que o técnico Mano Menezes teve de encarar foi o volante Bóvio, que saiu de campo machucado após tomar uma pancada. A princípio, a lesão não deve ser grave. PROVOCAÇÃO?Sobre o jogo contra o Goiás, Finazzi brincou com a frase de um diretor do time alviverde, na semana passada, que havia dito que seu time "chuparia uma uva roxa", em alusão à terceira camisa corintiana. "É, time que ganha tem direito de falar, quem perde tem de ouvir. Mas assim como tem uma roxa, tem uva verde", lembra o atacante.Para este jogo contra o Goiás, na quarta-feira que vem no Estádio do Morumbi, o Corinthians anunciou os preços dos ingressos, uma promoção: R$ 10 a arquibancada, R$ 20 a cadeira, e R$ 30 a cadeira especial. Os ingressos já estão à venda, das 11 horas às 17 horas, nestes locais de venda: Estádio do Morumbi; Pacaembu; Parque São Jorge; Canindé; Bruno José Daniel (Santo André); Ginásio do Ibirapuera; Ginásio de Esportes José Corrêa (Barueri); Loja Pitta Sports (Ipiranga, São Paulo); e Shopping Moto e Aventura (centro, São Paulo).  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.