Finazzi renova com o Corinthians e está otimista para 2008

Artilheiro do clube em 2007, atacante promete repetir desempenho de 2005, quando marcou 33 gols

04 de janeiro de 2008 | 19h41

Artilheiro do Corinthians em 2007, com 25 gols, o atacante Finazzi renovou seu contrato com o clube nesta sexta-feira. "Tudo foi do jeito que o Corinthians queria e acabou dando tudo certo. Uns pontos acabaram atrasando o acerto, mas deu tudo certo e eu estou feliz de continuar aqui", explicou o jogador. Veja também: Marcel é oficialmente apresentado pelo Corinthians Mano Menezes quebra cabeça para formar time do Corinthians Assista - Corinthians volta aos treinos, com reforços e críticas a Fábio Ferreira Mesmo com o rebaixamento corintiano no Brasileirão, Finazzi foi um dos poucos atletas do clube poupados das críticas da torcida pela boa quantidade de gols que fez, e que fizeram muita falta na última partida do Brasileirão 2007, contra o Grêmio, no Olímpico, quando o atacante não pôde jogar por estar suspenso. Porém, para 2008 Finazzi promete um melhor desempenho.  "Quem sabe não possa repetir o melhor ano de minha carreira, que foi em 2005, quando fechei o ano com 33 gols, atrás apenas do Fred [atualmente no Lyon, e que na época jogava no Cruzeiro]", afirmou o atacante. Mas sobre o time corintiano da nova temporada, o atacante não quis entrar em detalhes sobre os novos nomes contratados pelo clube, mas mesmo assim mostrou-se otimista.  "É difícil falar no início de um trabalho, mas o Corinthians entra como favorito em qualquer torneio que jogar, no Brasil ou no exterior. Entramos no Paulistão como um dos favoritos sim", disse Finazzi.  Os criticados Sobre as criticas recebidas por Fábio Ferreira e Felipe no primeiro treino do Corinthians em 2008, na quinta-feira, Finazzi tratou de colocar panos quentes, mas não deixou de defender seus companheiros. "A pressão da torcida é normal. Nem sempre o que acontece é o que é passado para a torcida. Eles são bons atletas, mas os torcedores estão chateados e nessa hora eu tenho certeza que eles vão nos ajudar muito nesta temporada, porque são grandes jogadores", concluiu o atacante, que afirma ter como seu principal objetivo mostrar ao técnico Mano Menezes que tem condições de ser titular já na estréia corintiano no Paulistão, dia 17 de janeiro, contra o Guarani.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.