Finazzi torce por 'zica' de Betão quando se enfrentarem

Atacante do Corinthians diz ser amigo do zagueiro santista e espera que ele não tenha sorte no clássico

Cosme Rímoli, Jornal da Tarde

09 de janeiro de 2008 | 12h46

O atacante Finazzi vai torcer pelo sucesso do amigo Betão, que acertou na terça-feira sua ida para o Santos. Com a exceção de qualquer coisa que envolva diretamente o Corinthians, principalmente em jogos entre ambos. Nestes duelos, ele espera que o zagueiro esteja "zicado".Veja também: Mano Menezes elege o São Paulo como maior rival Time acerta a contratação de Alessandro, que virá para jogar no meio Estréia do Corinthians no Paulistão será no Morumbi Acosta e Amaral são poupados do treino em Itu"Torço muito pelo Betão, ele é meu amigo, mas contra nós eu espero que ele não tenha sucesso não. Aí quem tem de ganhar somos nós", diz o atacante, que já prevê o confronto direto entre ambos, pois no clássico provavelmente no dia 27 de março, eles deverão se enfrentar, um marcando o outro.Finazzi conta ainda que a amizade com Betão se estabeleceu na fase final do Brasileirão do ano passado, quando o time foi rebaixado para a Série B. "Sofremos muito juntos, eu, o Betão e o Felipe. Isso nos aproximou bastante e ficamos amigos. Infelizmente deu errado, caímos, mas agora é pensar adiante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.