Finlândia condena envolvido em manipulação no futebol

Um homem de Cingapura foi condenado nesta terça-feira a dois anos de prisão por ter subornando jogadores na liga de futebol finlandês como parte de um escândalo internacional de manipulação de resultados.

AE-AP, Agência Estado

19 de julho de 2011 | 12h37

O veredicto desta terça-feira contra Wilson Raj Perumal, que teria subornado nove jogadores do RoPS, da cidade de Rovaniemi, perto do Círculo Polar Ártico, mostra o alcance global das apostas ilegais de bilhões de dólares que abalaram o esporte neste ano.

Diretor de segurança da Fifa, Chris Eaton disse que o caso representa um avanço na luta mundial contra a manipulação de resultados por grupos ligados ao crime organizado.

Eaton explicou que as informações recolhidas a partir de Peruml ajudam a montar a "realidade de manipulação de resultados como uma atividade criminosa global". Ele afirmou ainda que Perumal foi fundamental para uma "conspiração para manipular partidas na Ásia, África, Leste Europeu, América Central e do Sul".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.