Fiorentina ameaça multar goleiro

A Fiorentina advertiu o goleiro Francesco Toldo, nesta quarta-feira, de que pode receber multa de R$ 50 mil por declarações feitas ao jornal La Gazzetta dello Sport. O titular do clube e da seleção italiana afirmou ao diário milanês que pretende trocar de equipe assim que terminar a temporada italiana de 2000-2001. A diretoria do clube toscano não gostou do que leu e, em nota oficial, acenou com a perspectiva de retaliação, porque o atleta teria desrespeitado normas internas."O jogador deve ter conhecimento de que seu contrato vai até o término do período 2004-2005", afirma o texto assinado pelos responsáveis pela Fiorentina. "Portanto, tem obrigações a cumprir". O comunicado diz ainda que, "na rotina de um clube", mudanças podem ocorrer, "mas somente depois de avaliação da comissão técnica e com a palavra final do presidente". No caso, o presidente Vittorio Cecchi Gori tem repetido que não libera Toldo, um dos melhores jogadores do elenco e que está na mira de Roma, Milan, Juventus e outros clubes do país e de fora da Itália. A proposta de multa será levada ao Colégio Arbitral da Liga Italiana, que tem poder de confirmar ou de negar a punição proposta pelo clube.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.