Noushad Thekkayil / EFE
Noushad Thekkayil / EFE

Firmino destaca vontade do Liverpool de vencer o Mundial: 'Queríamos muito'

Mesmo decisivo nos dois jogos do Mundial de Clubes, brasileiro não foi reconhecido como um dos melhores do torneio

Redação, Estadão Conteúdo

21 de dezembro de 2019 | 19h17

Herói da conquista do primeiro título mundial do Liverpool, o atacante Roberto Firmino deixou claro após a vitória por 1 a 0 sobre o Flamengo, neste sábado, que a sua equipe tratou a decisão do torneio organizado pela Fifa com a mesma seriedade do time brasileiro e que esse foi um dos fatores que levaram os campeões europeus a vencer o Mundial de Clubes.

Firmino marcou o gol do título aos oito minutos do primeiro tempo da prorrogação, após receber um passe do senegalês Sadio Mané. O alagoano considera que a taça levantada em Doha, no Catar, é o complemento perfeito para o título da Liga dos Campeões da Europa, obtido no meio do ano.

"É uma sensação incrível, mais um título, é fruto do trabalho que fizemos na Liga dos Campeões", disse Firmino. "Estávamos aqui para ganhar o Mundial, queríamos muito ganhar esse título".

Na entrevista coletiva que concedeu após a cerimônia de premiação do torneio, Firmino elogiou bastante o Flamengo, que se mostrou um adversário duro para o líder do Campeonato Inglês. O atacante da seleção brasileira destacou a maturidade demonstrada pela equipe rubro-negra na decisão.

"O Flamengo se comportou muito bem, jogou de igual para igual com a gente. Eles vêm fazendo um belo trabalho, foram merecedores de vencer o Brasileiro e a Libertadores, estão de parabéns", completou.

Firmino, autor do gol da vitória por 2 a 1 sobre o Monterrey, na semifinal do Mundial, foi eleito o melhor jogador da decisão do torneio, mas não ficou entre os três melhores da competição, que foram, pela ordem, Mohamed Salah (Liverpool), Bruno Henrique (Flamengo) e Carlos Eduardo (Al Hilal).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.