Tim Ireland/ AP
Tim Ireland/ AP

Firmino diz que teve medo de ficar cego do olho esquerdo após jogo com Tottenham

Brasileiro conta que enxergou tudo embaçado, após levar tapa acidental de Jan Vertonghen

O Estado de S.Paulo

04 Outubro 2018 | 15h38

O atacante do Liverpool, Roberto Firmino, admitiu que ficou com medo de ficar cego do olho esquerdo depois de sofrer uma lesão contra o Tottenham, no último dia 15, pela quinta rodada do Campeonato Inglês. "Graças a Deus, nada disso aconteceu e gradualmente está cada vez melhor dia após dia", afirmou o brasileiro.

Em entrevista ao canal Sky Sports, o jogador revelou que passou a enxergar tudo embaçado, após o tapa acidental que recebeu do zagueiro Jan Vertonghen. "Está muito melhor. A dor passou e eu não sinto mais nada. Ainda está um pouco vermelho, mas espero que isso acabe com o tempo."

Três dias após o incidente, Firmino já estava em campo e, apesar da visão parcialmente embaçada, foi autor do gol da vitória, por 3 a 2, sobre o Paris Saint-Germain, pela primeira rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões, aos 46 minutos do segundo tempo. Na comemoração, o atacante tapou o olho esquerdo com a mão esquerda.

Firmino volta a defender o Liverpool, neste sábado, diante do Manchester City, no clássico da oitava rodada do Campeonato Inglês. As duas equipes dividem a liderança, com 19 pontos, mas o time de Manchester tem melhor saldo de gols (18 a 12).

 
 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.