Fito Neves assume a Matonense

Depois de não conseguir acertar com Roberval Davino e com Luís Carlos Martins, a diretoria da Matonense vai tentar escapar do rebaixamento no Campeonato Paulista com o técnico Fito Neves. Ele substituirá Mauro Fernandes, demitido após a derrota para a Portuguesa, por 2 a 0, no domingo. O novo treinador começa a trabalhar nesta terça-feira, em Matão, já de olho no jogo em casa contra o Botafogo, no próximo final de semana.Adolfo José Lima Neves, o Fito Neves, tem 49 anos e já dirigiu vários clubes no interior paulista, como Guarani, Ponte Preta, Novorizontino e Internacional de Limeira. Entre os seus principais títulos estão o Campeonato Pernambucano em 1995, pelo Santa Cruz-PE, e o vice brasileiro com o Vitória-BA, em 1993.Mas, em Matão, ele terá muito trabalho para colocar o time na linha. A Matonense é lanterna do Paulistão, com apenas sete pontos ganhos em nove jogos disputados, fruto também da falta de planejamento da diretoria da equipe. Embora participe da divisão de elite paulista, o clube ainda tem resquícios do amadorismo. O presidente Antonio Aparecido Galli tentou contratar Roberval Davino, mas não houve acordo, já que o clube ainda lhe deve dinheiro da sua última passagem por Matão, em 1999. A Matonense também é um dos que paga menos aos seus profissionais. Tanto que Fito Neves vai receber R$ 15 mil para dirigir o time nos últimos seis jogos do campeonato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.