Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

'Fizemos tudo ao contrário do que o Mancini pediu', lamenta Fábio Santos

Corinthians tem péssima atuação no clássico e perde por 4 a 0 para o Palmeiras

Redação, Estadão Conteúdo

18 de janeiro de 2021 | 21h22

Um dos mais experientes do elenco, o lateral-esquerdo Fábio Santos deu explicações pela surra e apresentação apática do Corinthians no clássico com o Palmeiras, sobretudo após sofrer o primeiro gol. Sereno, o jogador assumiu que a culpa foi dos jogadores após não cumprirem o que Vagner Mancini pediu nos 4 a 0, nesta segunda-feira, no Allianz Parque.

"Hoje, na verdade, não tirando o mérito do Palmeiras que fez por merecer, mas tudo que o Mancini pediu para nós, fizemos ao contrário", afirmou o lateral. "Era para marcar sob pressão. E marcamos numa linha intermediária, corremos para trás o tempo todo e demos muitas chances para o adversário."

O Corinthians até começou o clássico bem, o equilibrando e assustando o Palmeiras nos minutos iniciais. Mas, dando muito espaço, acabou se desmanchando em campo após Raphael Veiga abrir o marcador. Para Fábio Santos, faltou entendimento entre os jogadores.

"A gente tem que conversar entre nós no campo, se acertar", observou. "Nesses jogos não podemos errar, pois acabamos pagando. É duro perder para um rival por um placar desse," lamentou.

O lateral espera que o time tire lição desta goleada e reaja o mais rápido possível. "A gente tem que sentir a derrota. Não é para falar que isso acontece, não pode acontecer em um clássico. Mas temos um objetivo, está próximo, sofremos bastante já no campeonato e não podemos nos abalar", enfatizou, lembrando que o time já esteve lutando contra o rebaixamento.

"Agora, estamos focados na Libertadores, é isso que a gente quer. Temos jogo na quinta-feira e é buscar a reabilitação", concluiu o lateral corintiano, já visando o duelo contra o Sport, na Neo Química Arena.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.