Fla confia nos veteranos e no técnico Abel

Único clube do Rio de Janeiro que já conquistou o título da Copa do Brasil, no já distante ano de 1990, o Flamengo confia na experiência do meia Zinho, na habilidade do meia Felipe e na determinação do técnico Abel Braga para tentar vencer a competição novamente. Em graves dificuldades financeiras, o clube optou por contratar jogadores de pouca expressão, mas que representam um custo baixo na folha de pagamentos.Os torcedores rubro-negros espalhados pelo Brasil vão conhecer o volante Juliano, ex-Náutico, e Roger, ex-lateral-esquerdo corintiano. Roger chegou no clube no início do ano e logo nos primeiros jogos passou a ser hostilizado pela torcida. Mas domingo saiu do Maracanã como herói, ao marcar os dois últimos gols do Flamengo na vitória de virada por 4 a 3 sobre o Fluminense, pelo Campeonato Carioca.O atacante Rafael Gaúcho, ex-Juventude, foi contratado para substituir o veterano Edílson e resolver o problema ofensivo do clube, mas até agora tem tido participações apagadas pela equipe.A "ala experiente" do Flamengo é representada pelo zagueiro Júnior Baiano, que estava sem atuar havia um ano e meio, e o meia Zinho, campeão brasileiro pelo Cruzeiro, em 2003. O detalhe é que ambos os jogadores começaram suas carreiras no Flamengo, rodaram por vários clubes do Brasil e do exterior e, agora, estão de volta à Gávea.Com Felipe, Zinho vai ser o responsável por organizar a equipe e criar as jogadas de ataque da equipe. No setor, com o tímido futebol apresentado por Rafael Gaúcho, a esperança de gols recai sobre Jean, um jogador rápido e habilidoso, mas que tem como grande deficiência o chute, além do fato de jogar de "cabeça baixa?.Para a partida de estréia, amanhã à noite, contra o CRB, em Alagoas, o técnico Abel Braga vai usar a formação tática 4-4-2, com variações para o 4-3-3.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.