Fla contrata 6 e sonha com Aldair

A diretoria do Flamengo continua a reformulação do elenco e tenta saldar algumas dívidas com os atletas, antes da estréia na Copa dos Campeões, no dia 3 de julho, contra o Atlético-PR, em Teresina. Dentro da nova política de contenção salarial, o Rubro-Negro já contratou os goleiros Bruno, do União de Araras, e Max, do Bangu, o meia Hugo, do Friburguense, além do retorno do atacante Caio. O Flamengo também contratou, por empréstimo, os atacantes Liédson e Messias, que estavam no Coritiba e que tem seus passes vinculados ao Prudentópolis, do Paraná. De acordo com o vice-presidente de Futebol do Rubro-Negro, Walter Oaquim, a intenção do clube é a de formar uma equipe B. "O Campeonato Brasileiro será uma competição muito longa", disse o dirigente. Oaquim explicou a contratação do atacante Liédson. "Ele foi artilheiro da Copa Sul-Minas à frente de jogadores como Edílson (do Cruzeiro) e Guilherme (do Atlético-MG)." O dirigente disse também que o Flamengo está a espera de uma resposta do zagueiro Aldair, que está sem clube após ter deixado a Roma (Itália).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.