Fla e Flu apresentam reforços para 2006

O Flamengo fez festa nesta sexta-feira em um hotel da Barra da Tijuca, zona oeste da cidade, para apresentar quatro reforços para a temporada de 2006: o lateral-esquerdo Juan, ex-Fluminense, o zagueiro Ronaldo Angelim, ex-Fortaleza, além dos meias Rodrigo e Marabá, ambos ex-Paysandu. O Rubro-Negro já havia contratado outro atleta, o meia Toró, ex-Fluminense. Fábio Motta/AEJuan: do Flu para o Fla.Para ter Marabá e Rodrigo, por cinco anos, o Flamengo pagou aproximadamente R$ 900 mil para o Paysandu. Já Ronaldo Angelim custou, pelo prazo de dois anos, R$ 600 mil. As únicas cifras não reveladas foram da negociação de Juan, o mais valorizado do pacote, que permanecerá na Gávea por 3 anos.?Farei de tudo para melhorar a situação do Flamengo. Foi uma opção minha vir para cá e deixar o Fluminense?, disse Juan. ?O Flamengo é diferenciado, um clube de massa e um dos maiores do Brasil. Se conseguir fazer uma boa temporada posso alavancar a minha carreira.? FLUMINENSE: O lateral-direito Rogério, de 29 anos, foi apresentado nesta sexta-feira pelo Fluminense e já prometeu conquistas de títulos aos torcedores. Ex-Palmeiras e Corinthians, o atleta estava no Sporting, de Lisboa, e assinou contrato por dois anos com o clube carioca.?Espero retribuir todo esse carinho da diretoria e dos torcedores com muitos títulos. Temos o Campeonato Estadual, vai ser importante lutar pelo bicampeonato, mas a Copa do Brasil é fundamental, pois seria legal disputar a Libertadores em 2007?, destacou Rogério. Agliberto Lima/AEO lateral-direito Rogério.Rogério, com dores musculares, afirmou que não está contundido seriamente e assegurou se apresentar em 100% de suas condições físicas no dia dois de janeiro. Sobre seu posicionamento em campo, declarou estar disposto a seguir as orientações do técnico do Fluminense, Ivo Wortmann.?Vai depender muito do Ivo Wortmann. Mas não tenho preferência por atuar na lateral-direita ou no meio-de-campo. Me sinto bem em qualquer lugar?, disse Rogério, que se mostrou motivado pela oportunidade de poder voltar a atuar no futebol brasileiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.