Fla e São Paulo conhecem os rivais na Sul-Americana

Em um jogo cheio de confusão em seu final, o Flamengo conheceu nesta quarta-feira o seu adversário nas oitavas de final da Copa Sul-Americana. O time carioca, que eliminou o Atlético Paranaense na fase nacional da competição, terá pela frente o Universidad de Chile. Em Montevidéu, no estádio Parque Central, a equipe chilena venceu o Nacional por 2 a 0 e avançou - na ida, em Santiago, já havia ganhado por 1 a 0.

AE, Agência Estado

21 de setembro de 2011 | 23h43

Só que a partida na capital uruguaia não teve o seu final. Aos 46 minutos do segundo tempo, o Universidad de Chile iria cobrar um escanteio pelo lado direito, quando o assistente paraguaio Milciades Saldívar foi acertado por uma bobina de papel jogada das arquibancadas pelos torcedores do Nacional.

Com a agressão, o jogo foi paralisado e o assistente ficou deitado no chão por cerca de cinco minutos até ser retirado do gramado. Logo após isso, o árbitro equatoriano Rogger Zambrano encerrou a partida.

Já em Assunção, no estádio Nicolás Leoz, o Libertad derrotou o La Equidad, da Colômbia, por 1 a 0, e se classificou para enfrentar o São Paulo, que na fase nacional eliminou o Ceará. Na partida de ida entre paraguaios e colombianos, o Libertad já havia vencido por 1 a 0.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.