Fla edita DVD com erros de árbitros

A diretoria do Flamengo não vai tomar nenhuma providência antes do fim das investigações sobre a máfia do apito, mas já começou a armar sua estratégia para recorrer contra decisões que possam prejudicar o clube. Elaborou um DVD, com duração de 35 minutos, com jogadas polêmicas em que a equipe é supostamente prejudicada pela arbitragem no atual Campeonato Brasileiro.Foram selecionados lances de expulsão, inversões de falta e gols mal anulados. ?Agora, a gente sempre fica desconfiado se o árbitro errou por má-fé ou não. O Flamengo vai defender seus direitos, mas antes tem que prestigiar a apuração da Justiça esportiva?, declarou o presidente Marcio Braga, para em seguida completar: ?A situação é delicada e quem se sentir prejudicado no fim do Brasileiro recorrerá à Justiça. Estou argumentando sob hipótese. Ainda não há nada definido.?A primeira imagem do DVD é a do volante Júnior sendo expulso no jogo com o Internacional, em Porto Alegre, na segunda rodada do Brasileiro. Na oportunidade, ele cometeu duas faltas consideradas como normais pelos dirigentes.A última cena refere-se à partida contra o Corinthians, no domingo, realizada no Rio. Nela, o Flamengo alega falta de critério da arbitragem. Para o clube, o volante Augusto Recife foi punido com o cartão vermelho por causa de duas faltas, uma em cada tempo, enquanto o meia Hugo e o volante Wendel permaneceram em campo pelo mesmo motivo.Diretores do Flamengo e alguns jornalistas assistiram nesta quarta-feira ao DVD, produzido pela empresa Football Sports Venture (FSV).Sobre o escândalo na arbitragem, Marcio Braga mostrou-se primeiramente favorável à virada de mesa ? defendeu o fim do rebaixamento neste Brasileiro ?, mas depois recuou. Em nota oficial, ele destacou a importância da união dos desportistas por uma investigação ampla das partida sob suspeita. ?O Flamengo se dispõe a participar de movimento de fortalecimento das instituições do futebol por acreditar na força moral, na responsabilidade social e na capacidade de realização do presidente do STJD, desembargador Luiz Zveiter?, destaca, no documento. Braga, porém, não amenizou o discurso quando o assunto referia-se aos supostos erros da arbitragem contra o Flamengo. Ele reclamou com veemência que o time rubro-negro vem sendo prejudicado desde o ano passado não somente no Brasileiro. Para o dirigente, a equipe foi ?roubada? no Campeonato Carioca de 2004, no qual sagrou-se campeão, e de 2005. Ele também levantou suspeita sobre o título estadual conquistado pelo Fluminense nesta temporada. ?O Fluminense foi marcado para ser campeão?, acusou Marcio Braga, referindo-se principalmente à grande final, contra o Volta Redonda, diante de um Maracanã lotado. Na ocasião, a equipe da Cidade do Aço reclamou bastante da arbitragem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.